Caixa Cultural Fortaleza celebra os 100 anos de Federico Fellini

A Caixa Cultural Fortaleza recebe, de 19 de dezembro de 2019 e 12 de janeiro de 2020, o projeto A Estrada da Vida – 100 Anos de Federico Fellini, uma homenagem a um dos mais importantes cineastas italianos de todos os tempos. Na Programação, que tem a curadoria de Fernanda Vogas, exibição de filmes do diretor e documentários sobre a sua obra, além de um curso sobre o premiado diretor de cinema.

Fellini alcançou notoriedade e reconhecimento internacional, conquistando alguns dos maiores prêmios do cinema internacional, entre eles, o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro por quatro de seus filmes. “O cineasta privilegiou sua poética individual e encontrou em sua imaginação sonhadora a capacidade de criar um cinema singular e autoral”, comenta a curadora.

A programação começa com o curso “A Tela que Pensa – Fellini e a proliferação das imagens” nos dias 19 e 20 de dezembro, das 10h às 12h. O professor Luame Cerqueira, doutor em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e fundador do projeto Filosofia & Arte, no RJ, apresenta nesta atividade a obra de Fellini propagando as ressonâncias entre a filosofia e o cinema. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas clicando aqui.

A Mostra será realizada de 4 a 12 de janeiro com a exibição de oito longas-metragens de Fellini, entre eles, “Mulheres e Luzes” (1950), seu primeiro filme, e os premiados “A estrada da vida” (1954) e “Noites de Cabíria” (1957), que renderam ao diretor o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Dele também será exibido “Toby Dammit”, segmento de sua autoria do longa-metragem “Histórias Extraordinárias” (1968), baseados em três contos de Alan Poe, cada um dirigido por um diretor diferente.

Dois longas que homenagearam Fellini e sua obra entram nesta retrospectiva que lembra os 100 anos de seu nascimento. Do alemão Gideon Bachmann será exibido “Ciao, Federico!” (1970), documentário sobre os bastidores de “Satyricon”, dirigido por Fellini em 1969. De Ettore Scola, que assim como Fellini figura na lista dos mais importantes cineastas italianos, a mostra exibe “Que estranho chamar-se Federico” (2003), uma mistura de imagens de arquivo e reinterpretações, retratando a vida e a obra do diretor.

A programação completa pode ser consultada no site da Caixa Cultural

Marcus Barreto

Jornalista de bem com a vida, fã de esportes e cinema.

Online Shopping in BangladeshCheap Hotels in Bangladesh